Seja bem Vindo ao Blog do Shinigami LoL! Um blog com ótimo conteúdo! Seja humor, curiosidades, Downloads, RPG, música... Conteúdo de qualidade, a gente encontra aqui!

Chat do ShinigamiLoL

19 de mai de 2011

Poesia Dramática... - 01

Olá humanos! Encontrei no meu caderno uma antiga poesia que eu pensava que estava perdida! Eu expresso nela toda a angústia e ira que eu sinto pela minha ex-namorada, (Juliana Sudário) a qual eu vou contar a minha história com ela daqui a pouco... Eu fiz durante uma aula de português (literatura sendo mais específico), e eu mostrei para alguns amigos, os quais todos elogiaram! Eu espero que vocês elogiem também! Lá vai!



Minha História com Ela

Se não quer saber o motivo da poesia, pule essa parte.
Nós nos conhecemos nos primeiros dias de aula, e começamos a ficar quando mal nos conhecíamos. Ela terminou comigo ainda na primeira semana de namoro porque dizia que "eu e ela éramos incompatíveis", que nós éramos muito diferentes, e que seria melhor ficarmos longe. Ela não se comprometia muito para mim, ela não levava muito a sério a relação. Ficava fugindo de mim, o que me deixava perturbado, e mal por dentro. No dia seguinte que ela terminou comigo, eu vi ela e um sujeito que eu desde os primórdios de vida naquele colégio eu odeio ele. Eu senti meu corpo fervendo, e vontade de gritar, e estrangular eles dois até os olhos saltarem fora. Mas eu consegui me controlar... Após alguns dias ela restaurou a amizade, e com duas semanas que a gente tinha terminado, ela começou a pedir para voltar. Eu ainda me sentia ferido, e disse não por algum tempo. Eu fiquei sabendo também que ela ainda estava ficando com aquele sujeito quando começou a pedir para voltar comigo! Resumindo, me traiu, tentou trair ele, e provavelmente iria me trair denovo! Eu continuei a dizer não, até um dia que ela chegou pra mim, dizendo que havia terminado com ele depois de uma discussão... Eu (misteriosamente) voltei a ficar com ela, e depois de algum tempo, graças a uma amiga dela (que agora é uma das minhas melhores amigas), Flávia (que também é minha filhota), eu comecei a namorar com ela, na esperança que ela me tratasse melhor (ela gostava de fazer brincadeiras de mal gosto, pra me ver zangado (ela dizia que adorava me ver com raiva), e ela também me ignorava maior parte do tempo, não me dava carinho, e não provava que me amava (se é que ela me amava))... Mas não mudou nada! Ela continuava fazendo sempre a mesma coisa, a única coisa que mudou foi que quando as pessoas perguntavam o que havia entre eu e ela, ela dizia que estávamos namorando... Tirando isso, mais nada...
Após algumas semanas, eu comecei a me sentir mais incomodado por isso, e pedi que ela tentasse mudar... Ela dizia que tentava (mentira!), e que não conseguia (ela nem tentava!), e eu disse que era pra ela continuar tentando. Passei um dia sem nem olhar pra ela. No dia seguinte ela perguntou por que eu tinha passado o dia sem falar com ela e eu disse que estava irritado com ela. Com algum tempo de conversa, eu disse: "Se você me ama mesmo, então você é capaz de mudar... Por mim...", e ela disse: "Eu não mudaria nem pela pessoa que eu mais amo no mundo!". Passei um tempo calado, e eu disse: "Então não há mais esperança...", e saí. Eu passei algum tempo angustiado por perder alguém que eu amava... Mas com o tempo eu comecei a ficar sabendo de coisas que eu não gostava nem um pouco...
1: Ela me traiu com aquele sujeito, e tentou ficar com um amigo meu (nome não revelado devido a pedido dele), antes de ficar comigo. Ele a rejeitou, e ela foi para mim. Resumindo, fui uma última opção!
2: Ela já fez várias outras pessoas sofrerem. Com outro amigo meu (Seu nome será mantido em sigilo cara), ela disse que queria namorar com ele, e depois, quando ele pediu pra namorar com ela, ela disse que tinha um namorado em São Paulo, e que não dava certo!

E algumas outras coisas...

Antes eu simplesmente não falava com ela, e procurava evita-la um pouco. Após algum tempo, ela tentou VOLTAR DENOVO! Mas eu disse não, e falei algo bem sinples: "Me desculpe... Mas eu já sofri o suficiente perto de você...", desde então ela não amola mais.
Com o tempo eu passei a desviar o olhar dela, e virar angustiado, não gostava de olhar pra ela, sempre lembrava das coisas ruins que ela fez comigo...
E com mais tempo (atualmente), eu passei a odiar ela infinitamente! (quando fiquei sabendo das coisas que ela fez comigo, e que fez, fazia, e continua fazendo com meus amigos...) Parte do ódio é IRRACIONAL, eu já odeio tanto ela que não sei mais o porque... Mas eu posso resumir meu ódio a um simples desejo...

"Se eu fosse descontar todo meu ódio em um desejo, eu desejaria ver você no pior inferno de todos! O mais quente, o mais cruel, o mais agonizante... Ver você sendo torturada até o infinito naquele inferno, vê la queimando até os ossos, ver você sofrendo... E ter o enorme prazer de sentar naquele chão embebido com o seu sangue e assistir aquele espetáculo aterrorizante..."

Eu já disse coisas piores é claro! Mas essa foi a que mais causou espanto entre os meus amigos. EU já cheguei a envenenar uma carta pra entregar para ela, mas, pra sorte dela, eu perdi o maldito papel...
Mas a única coisa que eu fiz foi esta maldita poesia... Apreciem-na...


DECEPÇÃO


Conheci uma pessoa
Que dizia me amar
Ela não era coisa boa
E eu a deixei me conquistar...

Ela sempre me feria
E eu aguentava sem falar
Ela era muito fria
Não sabia me amar

Eu fiquei muito ferido
Sem ninguém pra me curar
Também muito angustiado
Sem ninguém me consolar

Eu carrego uma ferida
Que não para de sangrar
Sangra tanto minha querida
Que não sei mais como amar...

Nunca irei te perdoar
Nem irei te esquecer
Quero muito me vingar
Fazendo você sofrer

A vingança é muito doce
Mas não vou querer fazer
Eu não vou sujar meu nome
Com alguém como você

Eu só quero lhe dizer
Que um dia irá saber
Como é ruim sofrer
Isso irá te acontecer

Mas não sou eu quem vou fazer
Vai ser alguém que você ama
E que sempre confiou...
Você irá se arrepender...

Boa sorte criatura
Irás dela precisar
Desejo-lhe um grande precipício
Para você dele pular

Se você não tiver corajem
Para dele se jogar
Você pode me chamar
Pois eu posso te empurrar

Se você quiser chorar
Eu posso te ajudar
Lhe ferindo o coração
Com o sabor da maldição

Se eu pudesse lhe matar
Eu iria agradecer
Eu iria lhe envenenar
E também lhe ver morrer

Se eu tivesse mais veneno
Para ele lhe entregar
Eu iria agradecer
Por alguém me ajudar


Espero que tenham gostado... Críticas? Opiniões? Poste nos comentários! Apreciem...

Um comentário:

Jeo disse...

Aaaah...texto fodaa!